sexta-feira, 1 de novembro de 2013

TRADIÇÃO EM FOCO COM ROMA: LOBOS COM PELE DE OVELHA




TRADIÇÃO... FORA DE FOCO; 'ROMA' É PURO PRETEXTO.







O BLOG 'TRADIÇÃO EM FOCO COM ROMA' É, VISTO EM PROFUNDIDADE, CARACTERISTICAMENTE DO GÊNERO ‘QUINTA-COLUNA’ – PERVERSOS ADULTERADORES DA FÉ CATÓLICA, QUE, SOB O PRETEXTO DE PROPAGAR “UNIÃO A ROMA”, SEM PEJO, NÃO VACILAM EM PROPUGNAR — TANTO NO CAMPO DA FÉ COMO NO DA MORAL — TODA SORTE DE DOUTRINAS HERETIZANTES, ESCANDALOSAS, FALSAS, ERRÔNEAS, OFENSIVAS AOS OUVIDOS PIOS...

CONSTITUEM O AGRUPAMENTO DOS QUE FIZERAM RALLIEMENT COM O VATICANO II E, PRETENDENDO-SE TRADICIONALITAS [SIC!] MODERADOS, SUSCITAM DIVISÃO, DESORIENTAÇÃO E ENGANO NAS HOSTES VERDADEIRAMENTE TRADICIONAIS.

LANÇAM MÃO DE TODA ESPÉCIE DE ARTIFÍCIOS BISONHOS E CEDIÇOS PARA COONESTAR O DESASTROSO CONCÍLIO VATICANO II FORJANDO UMA INTERPRETAÇÃO EM CONSONÂNCIA COM A SANTA E INVARIÁVEL TRADIÇÃO CATÓLICA DUAS VEZES MILENAR.

SEGUNDO A ACEPÇÃO CONTEMPORÂNEA, PODE-SE QUALIFICAR ESSA MANOBRA DE "PROPAGANDA ENGANOSA".

SÃO, PORTANTO, LOBOS DISFARÇADOS DE OVELHAS.

ATENTEMOS PARA O VISGO DA SERPENTE!

“...INIMIGA NÃO HÁ MAIS FERA QUE A PIEDADE FALSA DA SINCERA.” Já dizia Luiz de Camões!


Core Catholica

4 comentários:

  1. O mais engraçado de tudo é que há aqui uma acusação, sem qualquer prova, ou sem qualquer tipo de refutação as argumentações apresentadas no blog.

    Uma pessoa que pretende dizer que alguém é falsário, alienador, adulterador deve primeiro expor o argumento do falsário e mostrar que ele é falso, coisa que aqui eu não vi!

    Falar besteira todo mundo pode falar de qualquer pessoa, o difícil é refutar os argumentos. Creio que isso aqui é apenas uma dor de cotovelo, por que não conseguem refutar e não tem o conhecimento nem a capacidade de expor os documentos do magistério como são apresentado no blog em questão.

    Acusações gratuitas só mostram o óbvio, que quem as produziu não tem sequer a capacidade de refutar um argumento apresentado, ai começa no "ad hominem" para ver se consegue algo.

    Texto alienador é justamente aquele que pretende dizer que alguém é falsário, sem prová-lo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado 'Data Section'

      Começo por dizer que não sei a quem me dirijo. Devo supor tratar-se de um pseudônimo. À vista disso, não se me torna fácil caracterizá-lo. Sem dúvida, caso o meu interlocutor aparecesse de viseira erguida, a polêmica teria mais sentido. Debater com um anônimo pode depreciar a natureza do embate.

      Segundo ponto: ignoro a que título ‘Data Section’ sai em defesa do referido blogue. Externará uma opinião pessoal? Terá parte ligada com os responsáveis pela publicação? Mais uma incógnita.

      Terceiro ponto: ‘Data Section’ alega que as minhas acusações seriam destituídas de provas. Ora, as evidências falam por si. Com efeito, faz-se exegese de um texto quando este não é suficientemente claro, dando margem a possíveis ambigüidades ou dubiedade. Será este o caso do mencionado blogue? Conforme veremos, está longe de ser este o caso – aliás, bem ao contrário!

      Quarto ponto: aludi à evidencia das coisas. E, de fato, para efeito dessa verificação, abstenho-me de entrar no âmago das matérias estritamente doutrinárias (difundidas pelo mesmo órgão), porquanto imporiam ulteriores desdobramentos, que poderiam ser objeto de futura análise. De momento, cinjo-me às escandalosas matérias de índole moral, que ali encontram guarida. Neste particular, são tão flagrantemente amorais, que causam escândalo a toda mente bem constituída. A fortiori, tratando-se de católicos e, sobretudo, pretendendo dirigir-se a um público ‘tradicional’.

      Conforme o sobredito, vários dentre os comentários ventilados pelo blogue 'Tradição em foco com Roma' constituem VERDADEIRA AFRONTA À MORAL TRADICIONAL CATÓLICA.

      Visto defenderem comportamentos indignos, e até aberrações, enrubesço de reproduzi-los aqui. Constituem por si só matéria impublicável e deletéria, com a agravante de serem estampadas sob o rótulo enganoso de "Tradição em foco com Roma".

      Excluir
    2. Ao fim dessas breves considerações, farei um simples elenco sumário de alguns artigos clamorosamente amorais, divulgados sob a égide dessa pretensa 'tradição católica'.

      Numa visão panorâmica, ademais de serem indecorosas, essas análises, expostas pelo mesmo blogue, são inadmissíveis. Não fosse por outro motivo, são tendentes a induzir terceiros a patente equivoco: alguém desinformado, acessando o site, julga encontrar ali a fonte cristalina da boa doutrina e da boa moral. O que encontra, porém? Grande espanto! A justificação, sob disfarces que não passam de um engodo primário, dos comportamentos mais censuráveis e dos procedimentos mais abjetos.

      Quinto ponto: antes de fazer a citação dos artigos mais objetáveis, reporto-me a um salutar conselho do São Francisco de Salles, 'Dr. Melífluo':

      "Os inimigos declarados de Deus e da Igreja devem ser difamados tanto quanto se possa (desde que não se falte à verdade), sendo obra de caridade gritar: Eis o lobo!, quando está entre o rebanho, ou em qualquer lugar onde seja encontrado.” (Bispo e Doutor da Igreja - Filotea, ou Introdução à Vida Devota, parte III, cap. 28)

      Seguem as referências em questão. Sem contar o lado escandaloso de certas fotos (cuja divulgação a moral reprova), muitas das explicações são tão confusas, entrando em casuísticas tão bizarras e questiúnculas tão reservadas, que mais confundem e perturbam a mente, do que induzem à prática da virtude. É inevitável a pergunta: trata-se de ensinamentos 'morais', ou de imprudente incitação, mais ou menos velada, à curiosidade em torno da prática de certos vícios, valendo-se deste ou daquele conforme, deste ou daquele pretexto? A tradição católica sempre tratou dessas matérias delicadas com muita discrição, recato, parcimônia e critério. A tal ponto -- em conseqüência do pecado original --, veicular esses temas pode ser perigoso (nunca se sabe a condição de alma e o grau de maturidade do leitor que tem acesso a tais artigos), que os antigos manuais de teologia moral, quando se detinham em particularidades escabrosas, faziam-no, via de regra, em latim, a fim de impedir que qualquer pessoa menos instruída e menos avisada, lendo aquilo, pudesse ser arrastada a uma tentação carnal.

      O blogue 'Tradição em foco com Roma' faz comentários sobre a felação — ato imoral e antinatural e profundamente danoso á saúde! — em termo anódinos, quase como um “fait divers”, como se considerações de ordem fisiológica a respeito pudessem prescindir dos princípios de ordem moral.
      O naturalismo, bem como o evolucionismo e o relativismo moral foram condenados por todos os Papas até o Concílio Vaticano II.

      Conclusão geral: o blogue 'Tradição em foco com Roma' é 'mercadoria avariada e de contrabando' (expressão utilizada por São Pio X, noutro contexto).

      P.S. - Do ponto de vista gramatical, o blogue -- referindo-nos a uma expressão consagrada na década de 1970 -- precisaria passar pelo Mobral (Movimento Brasileiro de Alfabetização). Ironias à parte, os redatores desse blogue estropiam a língua portuguesa quase na mesma proporção que estropiam a lei moral, assim como outros princípios da fé católica.

      http://www.tradicaoemfococomroma.com/2011/12/beijo-na-boca.html
      http://www.tradicaoemfococomroma.com/2013/10/fantasias-sexuais-no-matrimonio.html
      http://www.tradicaoemfococomroma.com/2011/12/sexo-oral.html
      http://www.tradicaoemfococomroma.com/2012/03/homoafetividade.html
      http://www.tradicaoemfococomroma.com/2011/06/espermograma.html
      http://www.tradicaoemfococomroma.com/2012/01/pornografia.html
      http://www.tradicaoemfococomroma.com/2012/01/casamento-homossexual.html

      Excluir
  2. Eu acompanhava esse blog, mas depois do artigo em que o cara afirmou que a Consagração da Russia para o Sagrado Coração de Maria foi feita e que a prova é essa onda (pseudo) conservadora do Putin, eu larguei de vez!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...